Facebook + NFC: A internet das coisas chegou

Facebook NFC Like

Uma importante notícia ontem [04/04/13] movimentou o mercado de social media e da tecnologia como um todo. O Facebook anunciou o seu Facebook Home, uma integração da rede social ao sistema operacional Android. O que isso quer dizer? Embora pareça só mais uma aplicação aos smartphones, na verdade, representará uma facilidade de acesso que deve tornar os usuários ainda mais conectados, sem ao menos se darem conta disso. Basicamente, o Facebook estará presente em suas mensagens, álbum de fotos, vídeos, agenda, jogos e contatos. Bastaria “arrastar” uma imagem, por exemplo, que ela seria publicada na timeline. Ou então, basta que você esteja apenas conferindo sua lista de aplicativos e logo acima verá a possibilidade de deixar uma mensagem na rede.

A princípio, o Facebook Home virá integrado ao smartphone da HTC, mas estará disponível para download a todos que possuem Android também. A expectativa é de que os próximos lançamentos de outras empresas já possam vir com esta versão do sistema operacional. E, de novo, o que isso tem a ver com o tal do Near Field Communication? Não é por acaso que o Facebook está associado a um aparelho HTC que já vem com a tecnologia NFC. Além de uma pequena mistura de siglas, a ideia da empresa é oferecer a melhor experiência possível para os usuários não precisarem mais sair ou entrar na rede, simplesmente estarem. E é aí que o NFC entra no jogo.

Cielo FacebookNão faz muito tempo, o Facebook fez uma parceria com a Cielo até certo ponto curiosa. A proposta era que as pessoas pudessem compartilhar suas “compras” e fazer o check-in nos locais em que estavam, diretamente da máquina de cartão. O Facebook ganhava em experiência, a Cielo se consolidava, os estabelecimentos ganhavam divulgação e o usuário podia fazer o que mais gosta, “compartilhar e mostrar algo aos seus amigos”. Até aquele usuário que não “curte” muito a ideia, talvez se rendesse com aos descontos ou prêmios que ganharia por ter participado da brincadeira. Em torno de seis meses depois, a proposta vai tentando se firmar timidamente e continua ainda em testes em SP. E talvez isso seja até de modo proposital. Explico.

Alguns posts atrás, havia informado sobre os acordos entre as operadoras de telefonia, bancos e empresas de crédito no país. Tim, Claro e Vivo confirmaram a modalidade de pagamentos móveis, junto com os Bancos Bradesco e Itaú. E a Cielo. A empresa já chegou a 300 mil terminais com suporte ao NFC no país, um número surpreendente e maior já que na Europa inteira. Agora adicione a ideia do Facebook Home ao contexto. Assim, ao invés de simplesmente disseminar a “velha parceria”, Facebook e Cielo teriam assimilado algumas lições da fase beta, para então lançarem a expansão nacional. E já incorporados à funcionalidade que as operadoras trouxeram ao mercado de mobile payment. O usuário faria o pagamento com seu smartphone, que já estaria inteiramente “facebookado” e lhe mostraria imediatamente a opção do compartilhamento. Agora imaginem quantos estariam ganhando na ação: Tim, Visa, Itaú, Cielo, Facebook, Samsung e o próprio Estabelecimento, apenas como exemplo. Em uma tacada só, em um evento específico de pagamento.

C&A LikeCom um mínimo de iniciativa, serão infinitas as possibilidades de utilização do Facebook Home em um smartphone NFC e o “mundo real”. É só lembrar da ação da C&A, que vinha com um “Like” nos cabides da loja, para os consumidores compartilharem as peças que mais gostaram. Ou a da Coca-Cola e a pulseira do Like (vídeo abaixo). Indo um pouco mais adiante, mas não tão longe, é possível visualizar um compartilhamento de um filme que acabou de ver no cinema. Uma fase que acabou acabou de passar num videogame da Nintendo ou num PS4. Uma comida que acabou de ficar pronta em um fogão com NFC. E aquele cadastro na loja do shopping, que tal fazer com o login do Facebook, assim como já faz em centenas de sites? E o cara da balada vai querer te adicionar só aproximando o celular. Quase uma cantada: posso encostar meu smartphone no seu? A única desculpa será a de que acabou a bateria. Por enquanto.

Percebam o quão fácil tudo isso se torna, simplesmente emparelhando o telefone ao item em questão. Com uma simples Tag NFC, por exemplo, TUDO se torna passível de um Curtir, TUDO estará a um passo do Facebook, com a menor logística necessária. E não precisa colocar nenhuma ficção para vislumbrar a concretização disso. O terreno começa a ser preparado para uma audaciosa alteração no modo como os indivíduos irão assimilar e produzir informações. A internet das coisas ganha forma não apenas em conceito, pois a realidade é de afirmação de grandes projetos e de empresas poderosas, capazes de ditar tendências de consumo e comportamento na sociedade.

A pergunta é: Você está preparado?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: